segunda-feira, 26 de setembro de 2016

DÚVIDAS SOBRE ANABOLIZANTES


  1. Por que o uso de esteróides pode prejudicar a saúde?
    Os esteróides anabolizantes são hormônios que se forem utilizados de forma indiscriminada podem trazer vários malefícios à saúde, inclusive prejudicando órgãos e podendo levar um indivíduo à morte. Os anabolizantes têm sua venda proibida, o que dificulta ter uma fiscalização e controle da qualidade do produto. Sendo assim, muitas vezes os anabolizantes são falsificados, elevando os riscos de vida dos usuários.
     
  2. Os efeitos são em longo prazo? Quais são?
    O tempo do efeito do uso dos anabolizantes pode variar de acordo com cada indivíduo.  Alguns efeitos colaterais provocado por essa droga são: Calvície, Hipertrofia Prostática, Acne, Agressividade, Hipertensão, Limitação do Crescimento, Virilização em mulheres, Aumento do Colesterol, Ginecomastia, Dores de Cabeça, Impotência e Esterilidade, Insônia, Hepatoxidade, Problemas renais, Problemas de Tendões e Ligamentos, entre vários outros.
     
  3. Quais “suplementos” podem ser consumidos sem que haja problemas futuros?
    Os suplementos aprovados pela ANVISA e pelo Ministério da Saúde podem ser consumidos por pessoas saudáveis e que praticam exercício físico, respeitando as doses indicadas pelos fabricantes ou por um nutricionista. Alguns exemplos são: maltodextrina, whey protein, aminoácidos, termogênicos, óleo de cártamo, BCAA, albumina, glutamina, carboidratos, isotônicos, hipercalóricos, entre outros.
     
  4. Mesmo suplementos, proteínas, se forem utilizadas devem ser indicadas por um médico específico do esporte?
    O ideal é sempre fazer uma consulta com um nutricionista para que este profissional calcule a quantidade de proteína necessária para cada um. Isto varia de acordo com o sexo, o peso, a idade e o nível e tipo de exercício físico. Sendo assim, algumas pessoas devem ingerir mais proteína do que outras. A alimentação também é levada em consideração, pois quem não ingere carne deve repor a proteína através do suplemento.
     
  5. A princípio o uso de anabolizantes faz modificações rápidas no corpo humano, aumenta a massa muscular, define o corpo. Mas depois de um tempo de uso, quais são os riscos?
    Calvície, Hipertrofia Prostática, Acne, Agressividade, Hipertensão, Limitação do Crescimento, Virilização em mulheres, Aumento do Colesterol, Ginecomastia, Dores de Cabeça, Impotência e Esterilidade, Insônia, Hepatoxidade, Problemas renais, Problemas de Tendões e Ligamentos, entre vários outros.
     
  6. Quando a pessoa faz uso desses esteróides por muito tempo e de repente para de usá-los, quais são as complicações? Pode engordar?
    Para as pessoas que já tomam altas doses de anabolizantes há muito tempo e tem sintomas de dependência, nem sempre é fácil parar de usar. Quando param podem sentir fadiga, perda de apetite, insônia, irritação, redução do desejo sexual e ainda uma grande vontade de continuar usando anabolizantes. O sintoma mais perigoso que pode surgir quando da parada dessas drogas é a depressão que em casos extremos pode levar à tentativa de suicídio. Nesses casos é necessária a ajuda de um profissional para parar de usar anabolizantes. Como o anabolizante faz aumento me massa muscular e lipólise (quebra de gordura) quando um usuário para de utilizar o esteróide aos poucos aumenta a quantidade de gordura corporal,.
     
  7. Quais são os medicamentos “legais” que um nutricionista do esporte pode indicar aos pacientes?
    Os suplementos aprovados pela ANVISA e pelo Ministério da Saúde, como: maltodextrina, whey protein, aminoácidos, termogênicos, óleo de cártamo, BCAA, albumina, glutamina, carboidratos, isotônicos, hipercalóricos, entre outros.
     
  8. A maioria dos pacientes procura um profissional do esporte para conseguir o corpo perfeito e com isso a curiosidade em experimentar alguns produtos que agilizem esse “crescimento”. Quais são suas dicas para atingir a meta esperada sem utilizar drogas hormonais?
    Treinar com determinação, respeitar os intervalos, dormir bem e fazer uma alimentação rica em proteína, com carboidrato balanceado, frutas e saladas para enriquecer a dieta com vitaminas e minerais. Comer a cada 3 horas, não treinar em jejum, ingerir bastante líquido. Priorizar o almoço e o jantar com comidas saudáveis. Não ingerir doces, fast food, refrigerantes e bebidas alcoólicas. Utilizar suplementos legalizados e indicados para a sua modalidade esportiva e seu objetivo!
     
    Fabíola Herrmann
    Nutricionista Desportiva
    Personal Trainer

     

Nenhum comentário:

Postar um comentário